Concurso CEI Riacho Fundo

FICHA TÉCNICA

Serviço executado: Projeto e Obra

Área: 2450.00m²

Ano de Criação e Execução: Projeto 2016 

Autor: Jairo Romeiro

Co-Autor: Ediwaldo Martins

Arquiteto:
Fausto Santos
Hugo Leonardos
Tais Oliveira

Categoria: Ensino Infantil

Localização: Brasília – DF

Partido Arquitetônico

O plano de ocupação do terreno partiu-se dos elementos primários que norteiam os primórdios da chamada boa arquitetura, que devem considerar prioritariamente os aspectos bioclimático do terreno em relação à Insolação, ventilação e topografia.

Bioclimatismo é a primeira aplicação do ponto de vista econômico, que determinará uma edificação com baixo custo de manutenção, determinado pela redução do consumo de energia, tanto para iluminação como pela ausência de necessidade de sistemas de condicionamento de ar, tudo isso pelo correto lançamento em relação ao ciclo solar, bem como pelo potencialização no uso dos ventos predominantes.

Assim a edificação foi lançada ao longo do trajeto solar com suas empenas cegas voltadas para o nascente e poente, que tem nesse último, por razões óbvias, o reforço de elemento de proteção solar, isso explica o lançamento em 73º em relação ao limite sul. Tal implantação encontra-se em harmonia com o fluxo de ventos predominantes leste e noroeste potencializados com a criação de um corredor de 6 m entre os dois blocos de ensino que funciona como um canal que propicia maior circulação de ar nos cômodos.

As atividades requisitadas foram distribuídas em 3 blocos em função da correlação de suas atividades, assim, ao NORTE, um primeiro bloco (A) de salas de aulas com 48 x 12 m surge para absorver as 6 salas dos alunos de 4-5 anos, ao SUL, o segundo bloco (B) dos menores com 36 x 12m, que abriga as 4 salas das crianças de 2-3anos, bem como dos 2 berçários e suas atividades relacionadas, amamentação e lactário, lançados no extremo leste, a fim de preservar os bebês do tumulto dos pátios coberto e descoberto.

Por fim à OESTE o bloco em dois níveis com serviços e administração no térreo e diretoria e aspectos pedagógico no 1º pavimento se comunicam através da passarela, ponte de ligação entre todas as salas e as atividades pedagógicas que ocorrerão fora delas.

A possibilidade de expansão do CEI está profundamente ligada com o método construtivo, toda estrutura metálica e modulado em placa cimentícia 2,4 x 1,2 m, crescerão verticalmente, assim no bloco A toda a atividade desenvolvida atualmente no térreo seria transferido para o 1º pavimento (A1) acrescentado de um novo 2º pavimento idêntico (A2), assim no térreo liberado poderemos expandir o estacionamento. Já no bloco B a mesma estratégia seria adotada, sendo mantido apenas os 2 berçários no térreo, a área das 4 salas de 2-3 anos abrem espaço para a expansão do pátio coberto, assim criam-se o 1º pavimento (B1) e 2º pavimento (B2) para expansão.

A criação de um espaço de permanência lúdico e agradável que fornecesse estímulo às crianças para o gosto pelo estudo e afeição pela sala de aula foi a premissa número 1 na compartimentalização da mesma.

Com 3 áreas com funções muito bem definidas, SALA DE AULA, SALA DE REPOUSO e SANITÁRIOS, elegemos a sala de repouso como alvo de um estudo profundo objetivando dotá-lo dos elementos que encabeçam

esse texto, potencializando essa área que à nosso ver constituía-se com muitas questões negativas à saber:

  1. DE USO ESPECÍFICO (para descansar em colchonetes);
  2. DE USO TRANSITÓRIO (somente durante o descanso);
  3. GRANDE (equivalente à 67 % do espaço destinado para sala de aula, cuja permanência é muito maior);
  4. OCIÓSA (pelo descrito nos itens acima).

Assim, considerando que esse espaço de uso exclusivo pela criança, que nessa fase proposta para o CEI (2-5 anos) tem altura média que varia entre 0,8 e 1,2 m optamos pela criação de um mezanino onde os colchonetes de repouso podem permanecer fixos ao lado de um cabide individual que tornaria esse ponto um local de guarda das mochilas de cada estudante.

A proposta de construir esse espaço em 2 níveis ao longo dos 12 metros de comprimento da sala de aula, totalmente modulado com painéis wall de 2 x 1,2 m, objetivou reduzir à metade o seu custo construtivo se considerado o m² em um único nível.

Aliado as razões econômicas elaboraram-se várias propostas que como numa peça de teatro, cria diferentes cenários para cada sala, levando nosso pequeno estudante a diferentes ambientes. Dos castelos de

Camelot a casas na árvore na Amazônia, das viagens estelares ao extinto mundo jurássico ou mesmo transportando-o imaginariamente para dentro do mundo dos blocos de encaixe tão comuns nessa fase da infância.

Os cenários, simplesmente pintados, serão montados também em painéis wall, montados e funcionando como guarda-corpo e elementos de acesso, À DIREITA, uma escada construída no padrão da pisada dos pequenos, NO CENTRO, um tubo de escorregar (pole-fire) que mergulha num pequeno tanque de bolinhas plásticas, e À ESQUERDA, um escorregador.

Assim, mais do que um ambiente de repouso, guarda de pertences de cada aluno e de manutenção do cênico-lúdico no espaço, verdadeiramente se constitui em área de lazer e brincadeiras, potencializando os recursos investidos.

IFORMAÇÕES ADICIONAIS

RETINA READY (Demo)
Lorem ipsum dolor sit ametcon sectetur adipisicing elit, sed doiusmod tempor incidilabore et dolore magna
EASY-TO-USE (Demo)
Lorem ipsum dolor sit ametcon sectetur adipisicing elit, sed doiusmod tempor incidilabore et dolore magna
RETINA READY (Demo)
Lorem ipsum dolor sit ametcon sectetur adipisicing elit, sed doiusmod tempor incidilabore et dolore magna
PIXEL PERFECT (Demo)
Lorem ipsum dolor sit ametcon sectetur adipisicing elit, sed doiusmod tempor incidilabore et dolore magna
Execução de obras
Manutenção predial e reparos
Construção e Reformas
Gerenciamento de obras